Como as marcas capturam o zeitgeist em suas coleções?

As marcas que atuam no mercado atualmente têm se importado cada vez mais em serem habilidosas em capturar zeitgeist em suas coleções, mas muitas pessoas não sabem o que esse conceito significa. De maneira simplificada, o zeitgeist significa espírito de tempo, ou seja, é um reflexo das tendências culturais, sociais e políticas de uma sociedade em determinada época. A maioria das marcas tenta capturar esse conceito de forma autêntica e que também seja relevante e que faça sucesso entre os possíveis clientes.

Uma das maneiras mais simples de integrar o zeitgeist a uma coleção é a partir de uma atenta observação do que está acontecendo ao redor do mundo. É muito importante que as marcas prestem atenção a todas as mudanças que acontecem no comportamento das pessoas em relação à passagem do tempo. Conseguimos ver isso com mais clareza quando observamos que as tendências que já foram um sucesso estão aos poucos voltando e sendo transformadas em novos conceitos dentro da moda. 

Além disso, para trazer esse espírito de tempo, muitas marcas apostam em itens que sejam únicos e cheios de personalidade e, principalmente, que remetem exatamente a isso. Um exemplo disso são os tênis em edição limitada, que podem surgir a partir de colaborações com empresas ou marcas existentes no mercado há muito tempo e que fazem parte desse movimento do zeitgeist. 

Você confere abaixo uma explicação mais extensa sobre o que é o zeitgeist e sobre como as marcas podem capturá-los em suas coleções de maneira assertiva. 

O que é zeitgeist?

A palavra zeitgeist é utilizada como um conceito pela maioria das marcas contemporâneas. Afinal, ela serve basicamente para que se possa estabelecer uma conexão com os consumidores. Isso porque a palavra significa “espírito do tempo”. De maneira simplificada, podemos dizer que esse conceito se aplica a uma série de elementos que fazem parte da sociedade e que fizeram parte de determinada época, analisando as pessoas culturalmente e também de modo intelectual. 

As marcas muitas vezes utilizam o zeitgeist para atrair novos consumidores, já que é muito mais fácil uma pessoa comprar um produto de alguém que ela se identifica. Um ótimo exemplo para isso é a Disney. Afinal, como a maioria das pessoas cresceu assistindo aos filmes que marcaram diferentes gerações, não é surpresa nenhuma que muitas marcas queiram fazer coleções com a empresa, algo que mexe diretamente com o espírito das pessoas, de quando elas eram mais novas ou de algo que elas amam. 

Como as marcas podem implementar o zeitgeist? 

Pesquisa cultural 

É importante que as marcas estejam atentas aos acontecimentos culturais mais relevantes. Nisso, podemos incluir acontecimentos políticos, movimentos sociais e até mesmo filmes populares no momento. Incorporar esses elementos em possíveis coleções ajuda a manter a relevância da marca, além de mantê-la sempre atualizada dentro do mercado.   

Colaborações criativas 

Colaborações criativas também podem ser uma ótima maneira de implementar o zeitgeist em novas coleções. Para isso, é necessário trabalhar com artistas ou designers que estejam alinhados com esse conceito. Essa pode ser uma excelente forma de introduzir novas ideias e percepções para as próximas coleções.

Sustentabilidade 

Estamos vivendo em um mundo cada vez mais preocupado com as questões ambientais pelas quais estamos passando, e incorporar isso em coleções pode ser uma ótima maneira de atrair os novos consumidores que fazem parte dessa causa. As marcas podem começar implementando práticas mais sustentáveis em sua produção. Dessa maneira, ela vai se conectar com o zeitgeist atual da sociedade.  

Diversidade e inclusão 

O zeitgeist atual está sendo marcado por pautas como diversidade e inclusão. Por isso, é importante que as marcas estejam atentas ao que isso significa e qual a importância de implementar isso em suas coleções. Tais ações podem ser feitas de diversas maneiras, com modelos de diferentes corpos e idade, em campanhas com casais da comunidade LBTQIAP+, entre outras possibilidades. O importante é mostrar para o público que todos podem fazer parte daquela marca e que ela é direcionada para todos os públicos da sociedade. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − um =