Construindo uma marca pessoal Influente através do Instagram

Segundo um estudo sobre o comportamento das redes, existem cerca de 500 mil influenciadores no Brasil (Nielsen/2022). E se engana quem acha que a profissão é pautada apenas em investir em produtos de tecnologia, como uma boa câmera, ring light e um computador para editar vídeos.

Mesmo envoltas em tópicos controversos, como privacidade de dados pessoais e interesses políticos, redes sociais como o Instagram crescem cada vez mais. O Brasil frequentemente ocupa o ranking dos 5 países que mais possuem usuários de plataformas sociais no mundo, tendo mais smartphones ativos do que número total de habitantes em 2023.

Tanto para marcas que investem no marketing digital quanto para quem busca iniciar uma carreira como influenciador, entender como vender a imagem é fundamental. O Instagram surgiu como uma rede social para compartilhamento de fotos e hoje disputa espaço com plataformas voltadas exclusivamente para vídeos e formatos interativos.

Porém, em meio a um cenário tão competitivo, o que garante sucesso na criação de uma marca pessoal influente no Instagram? Neste artigo, você encontra os principais pontos que impactam nos resultados de um perfil de influenciador em diversos segmentos.

Definindo uma estratégia de marketing pessoal 

A Internet foi um veículo abraçado principalmente pelo marketing nos seus primórdios em função do seu alcance. Hoje, qualquer pessoa pode criar um perfil no Instagram e produzir conteúdos de acordo com as políticas da comunidade. Para se diferenciar nesse meio, é necessário fazer um planejamento.

Objetivo claro

Atualmente, existem diversos cursos, inclusive em instituições de Ensino Superior, voltados para a carreira de influenciador. Mas, antes de tudo, qual o seu objetivo? Você deseja ser conhecido por uma estética? Pelo humor? Por fazer curadoria de lugares interessantes? Ser referência em resenhas de entretenimento? Ter um objetivo é de extrema importância para direcionar a trajetória de forma assertiva.

Público-alvo

Mesmo que seu objetivo seja apenas conquistar um determinado volume de seguidores, tornando o seu perfil um canal interessante para anúncios por marcas, pensar no público-alvo é fundamental. Muito se fala em engajamento, e ter uma comunicação eficaz com um público que procura e consome seu conteúdo garante crescimento de forma sustentável.

Formatos de conteúdo

O Instagram mudou muito desde sua criação, permitindo hoje que os usuários criem, compartilhem e consumam diferentes conteúdos em vários tipos de formatos. Sua temática e público-alvo vão definir qual formato vale mais a pena investir tempo, algo que a produção de conteúdo para redes sociais exige. 

  • feed: também chamado de “timeline”, é a página inicial onde são exibidos os conteúdos de perfis seguidos pelos usuários, além de posts patrocinados e contas sugeridas;
  • reels: um dos formatos mais populares no Instagram atualmente, os reels são vídeos curtos que permitem aos criadores explorarem sua criatividade;
  • live: recurso muito utilizado por influenciadores que buscam uma interação mais direta com os seguidores;
  • canais de transmissão: é um dos recursos mais recentes e cria um grupo na aba de chats, permitindo a troca de mensagens entre o perfil e os seguidores membros do canal.

Consistência é a palavra-chave

Muitos perfis no começo investem em reproduzir tendências, traçando estratégia de conteúdo em cima de hashtags populares e parcerias com outros perfis. Porém, mostrar a sua marca pessoal desde o início é um dos caminhos mais indicados para atrair um público fiel, e permitir a sua evolução com o tempo.

Identidade visual

Mesmo sem muito investimento, é importante ter uma identidade visual sólida. Quem busca consolidar uma marca pessoal em função de temas como moda ou estética pode construir um perfil organizado em categorias, reforçando suas características.

Tendências e originalidade

As trends são um dos pontos fortes das redes, movimentando boa parte da produção de conteúdo hoje. Mesmo ao entrar na onda dos tópicos do momento, garanta que seu conteúdo tenha uma assinatura. O que vai fazer com que uma pessoa prefira o seu conteúdo ao invés de outro, pensado em cima do mesmo assunto?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 1 =