Gatilhos mentais: como utilizar para aumentar suas vendas?

Diante de um mercado cada vez mais competitivo, torna-se vital para qualquer empresa a busca de meios para destacar suas estratégias de marketing. Desta forma, os gatilhos mentais podem ser elementos importantes para essa construção de bons resultados.

O mundo empresarial sempre teve um contexto voltado à competitividade, pois, independente do setor de atuação, sempre haverá mais de uma empresa para disputar algum espaço. Por isso, não há como ignorar alguns mecanismos estratégicos importantes.

Nos primórdios dessas relações, tornou-se bastante comum a presença dessas estratégias em elementos de destaques geográficos. Sendo assim, para vender mais, as empresas buscavam uma locação bem estabelecida para lidar com o cliente.

Até os dias de hoje esse elementos funciona. Basta pensar em uma praça de alimentação em um shopping. Ao se estabelecer nesse contexto, um restaurante leva em consideração um destaque em um contexto objetivo para o cliente.

Todo mundo já passou em uma praça de alimentação para saciar sua fome. Esse é um padrão bastante comum e, ao tomar conhecimento dessa lógica, alguns gatilhos mentais são utilizados para estabelecer uma conexão a mais com o cliente.

Seja como for, os aspectos técnicos do marketing são importantes, mas eles precisam se munir dessas elaborações. Afinal de contas, quanto mais o tempo passa, mais elementos podem ser levados em consideração nesse sentido.

Desta forma, uma comunicação bem estabelecida com um cliente para vender uma maleta mostruário de óculos pode ser importante. Contudo, ao munir-se de gatilhos de consumo, é possível ir além desse primeiro contato.

Por esse motivo, atualmente, há uma diversidade de estratégias que buscam esse tipo de orientação. Isso vai desde o investimento da influência de algumas personalidades da mídia até a produção de um conteúdo relevante.

O importante é a marca saber como lidar com seus clientes de forma objetiva. Assim, torna-se mais simples otimizar alguns desses recursos de forma mais ampla.

A importância de envolver os clientes

Diante dessas considerações, o envolvimento do cliente passa a ser um fator central para a construção de uma elaboração de marca dentro dos mais diversos processos. Entender como elaborar estratégias nesse sentido pode fazer toda diferença.

A construção de recursos narrativos de storytelling é bastante comum no mercado. Isso demonstra a necessidade de criar um envolvimento dos clientes a partir de um arco histórico de forte influência na atenção dessas pessoas.

No entanto, para sustentar esses padrões, é preciso conhecer o público e, mais do que isso, estabelecer meios de contato para lidar com a qualificação de cada um desses elementos.

A atuação de uma empresa em uma lógica de atração, retenção e conversão de clientes passa, inevitavelmente, por aspectos de envolvimento. Ou seja, o cliente precisa querer continuar com aquela marca até o final de sua jornada.

Quando uma pessoa pesquisa por pista fria inox em um mecanismo de busca, uma série de empresas podem aparecer para ela. Esse volume de resultados é bastante positivo para o consumo, mas traz um desafio para as empresas.

Qualquer constatação de insatisfação do cliente pode ser fatal para essa relação. É preciso saber como garantir a melhor experiência possível e o envolvimento dessas pessoas com base em gatilhos mentais pode ajudar.

Assim, por exemplo, ao construir uma relação de confiança, uma oficina mecânica pode qualificar ainda mais seus leads na hora de estabelecer uma venda de um serviço de revitalização automotiva .

Tudo vai depender, é claro, de como a empresa consegue se comunicar com o público. Além disso, é preciso saber como essas pessoas recebem alguns elementos de comunicação.

O envolvimento do cliente com uma marca é um objetivo central para qualquer crescimento em todos os setores do mercado. No entanto, é preciso saber como avançar nesses processos de forma bem orientada.

O que são gatilhos mentais?

Como é possível perceber, a ideia de gatilhos mentais pode ser onipresente nos mais variados aspectos do marketing. Isso porque o uso da psicologia social pode ser determinante na hora de atrair mais clientes para uma marca.

Esse é um fator a ser considerado dentro dos mais diversos universos. Isso vai desde as cores escolhidas para um logotipo até o cheiro de uma rede de fast food. Desta forma, saber como envolver o cliente pode ser vital.

De uma ponto de vista técnico, essas orientações possuem um forte lastro na neurociência. Ou seja, os gatilhos mentais partem da compreensão de como o cérebro se comporta a partir de alguns estímulos determinados.

Esses aspectos podem trazer sinapses determinadas para alguns processos de consumo ou, até mesmo, uma orientação social sem tantos lastros em elaborações elétricas do cérebro. Contudo, nos dois casos, é possível interagir de forma precisa com o cliente.

Uma fabricante de vidro comum incolor pode estabelecer alguns gatilhos mentais de segurança para o seu público. Desta forma, por mais que essa compreensão não seja explícita, é possível entender como lidar com todos esses pontos.

Outro exemplo a ser apontado para ajudar na compreensão dos gatilhos mentais é, justamente, como as pessoas lidam com um filme de terror. Afinal de contas, elas não estão inseridas naquela situação narrativa, mas, em grande parte dos casos, sentem medo.

Da mesma forma que um diretor de cinema pensa em meios para criar esses sentimentos, é possível estabelecer esses elementos no marketing para elevar a percepção de qualidade de um serviço de fechamento de pia em vidro temperado .

Benefícios dos gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são pontos centrais para a construção de uma dinâmica de marketing bem fundamentada. Da televisão ao mundo digital, todos os seus processos podem ser orientados de forma mais sofisticada.

A construção de elementos para lidar com esses processos tende a ser um fator complexo, mas seus resultados são essenciais. Assim, é possível pensar em uma série de benefícios trazidos por essas práticas:

  • Melhora na percepção de marca;
  • Aumento da credibilidade;
  • Envolvimento dos clientes;
  • Qualificação de consumo;
  • Elevação de vendas.

Todos esses processos podem ajudar no crescimento de uma clínica voltada para internação para gatos . O importante é saber como qualificar os processos comunicacionais para esses fins.

Quais são os principais gatilhos mentais?

Com base em tudo isso, é possível pensar em uma série de gatilhos mentais utilizados pelo marketing para construir uma relação sólida com o cliente. Afinal de contas, há uma diversidade de objetivos e formas de chegar até o público.

De uma forma geral, os gatilhos mentais apresentam uma interação bastante importante com os sentimentos do público. Por isso, esses avanços precisam ser orientados com base em um conhecimento profundo do público-alvo.

Assim, é possível construir uma diversidade bastante grande de estratégias. Isso vai de uma comunicação bem elaborada, até a construção de uma dinâmica de brindes finos para empresas .

Desta forma, alguns dos principais gatilhos mentais podem ser considerados nesses contextos. Alguns deles são:

  • Exclusividade;
  • Escassez;
  • Segurança;
  • Urgência;
  • Novidade;
  • Curiosidade;
  • Prova social.

Esses são alguns dos processos mais importantes, além, é claro, dos sentimentos mais tradicionais do marketing, como é o caso da produção de desejo.

O importante é saber como utilizar cada um desses pontos. Frases como “só até amanhã” podem trazer uma sensação de temporalidade, de escassez e de urgência. Esse é um gatilho mental perfeito para uma promoção.

Lidar com esses detalhes são determinantes para a construção de uma boa campanha nos mais diversos meios midiáticos e, por isso, é preciso interagir com tudo isso.

Gatilhos mentais: como aumentar as vendas?

A aplicação dos gatilhos mentais em um contexto de marketing pode ajudar a aumentar as vendas de uma empresa. Isso tem a ver com a qualificação da estratégia de uma forma geral. Assim, o cliente passa a ter mais confiança naquele processo.

Além dos gatilhos mencionados acima, há uma série de outros a serem considerados. Diante dessa variedade, pode ser um pouco complexa a escolha de como efetivar uma boa estratégia nesse sentido.

Contudo, a partir de alguns passos, uma empresa especializada em venda de uniforme segurança privada pode garantir algumas orientações de impacto. Assim, alguns seus principais gatilhos são:

  • Conhecer o público;
  • Definir estratégias;
  • Entender os principais sentimentos de consumo;
  • Ater-se à natureza do mercado;
  • Testar linguagens;
  • Melhorar as abordagens;
  • Lidar com mais mídias.

Todos esses contextos podem contribuir de forma bastante objetiva com essas dinâmicas de interações com o mercado. Por conta disso, é importante saber como garantir algumas orientações de destaque nesse sentido.

Reconhecer o público-alvo é importante para qualquer estratégia de marketing. No entanto, é preciso saber como ele reage com base em determinados estímulos. Assim, torna-se mais fácil a relação da empresa com seus objetivos de marketing.

Considerações finais

O marketing sempre foi um ponto central para qualquer empresa em busca de crescimento em um mercado. Por isso, é essencial saber como qualificar seus processos.

Os gatilhos mentais podem ser alguns dos aspectos mais relevantes para esse tipo de representação de impacto.

Saber como orientar algumas abordagens nesse sentido pode fazer toda diferença em um contexto de competitividade de mercado.

Quanto mais estabelecidos eles estiverem, melhor será o desempenho da empresa. Portanto, não há como ignorar o potencial dessas abordagens.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento , onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 2 =