Realidade virtual: Como proporcionar uma melhor experiência

realidade virtual

A realidade virtual vem se tornando uma tendência no mercado. Também podendo ser conhecida como ambiente virtual, essa tecnologia permite que haja a impressão de que o usuário está dentro do ambiente.

Com a ajuda de estímulos visuais, sonoros e até mesmo envolvendo outros sentidos, a realidade virtual proporciona que haja interações ou não por parte do cliente com aquilo que está vendo.

Ao longo do tempo, com a tecnologia alterando diferentes áreas, desde as formas envolvendo CLCB vigente, por exemplo, até mesmo as vendas no mercado, a realidade virtual é uma forma de ajudar o cliente a fidelizar-se de forma mais ágil.

Embora o conceito tenha se modernizado, o início da realidade virtual foi por volta do fim da década de 1930 por meio da literatura. Ao longo dos anos, a realidade virtual passou a ser usada e associada com imagens em três dimensões, também conhecidas como 3D.

Em locais como cinemas ou outros ambientes com a necessidade de óculos para facilitar a interação com o que estava sendo demonstrado, até que a modernidade permitiu que a personalização da realidade virtual no mercado fosse aprimorada.

Para que uma empresa de limpeza profissional possa usar a realidade virtual como um meio para aprimorar a experiência de seus consumidores, é fundamental que se conheça os pontos que podem ajudar e até mesmo buscar exemplos de aplicação.

De forma que possa ser usado de base para destacar o nome do negócio dentro da sua segmentação mercadológica e, com isso, conquistar os resultados ou objetivos planejados de um modo mais ágil.

Diante das transformações no mercado e na sociedade, acompanhar a tecnologia oferece que se tenha estabilidade para novas ações e oportunidades que irão surgir.

Como a tecnologia ajuda o cliente?

O comportamento dos consumidores ao longo dos anos passou a sofrer alterações conforme a tecnologia foi sendo introduzida na sociedade.

Tendo a percepção de que processos de aluguel light sheer seriam bem mais ágeis, houve mudanças significativas ao ponto das empresas buscarem introduzir adaptações para estar alinhada com o que o público buscava.

Com o desejo de ter mais facilidades no momento de compra, a tecnologia foi sendo inserida em várias áreas e uma delas é a realidade virtual onde uma experiência bem sucedida reflete na valorização da marca no mercado.

Por aproximar o cliente das experiências que terá usando o produto ou serviço, até mesmo podendo conhecer pontos importantes que levaram a sua fabricação, a imersão e as chances de se transformarem em fidelizados aumenta consideravelmente.

Mas para que uma empresa possa utilizar o formato como um meio de melhorar a experiência, é essencial que tenha um conhecimento de como é o público-alvo para que a técnica seja elaborada do melhor modo e, com isso, trazer os resultados almejados.

Exemplos de aplicação da realidade virtual

Se uma companhia deseja usar a realidade virtual, mas antes quer saber em quais nichos pode ser aplicada, pode-se apontar alguns exemplos como:

  • Medicina;
  • Engenharia;
  • Educação;
  • Games;
  • Arquitetura;
  • Desenvolvedor de aplicativos;
  • Segurança cibernética;
  • Fisioterapia.

Na medicina ou na área da saúde, em um aspecto geral, a realidade virtual pode ser usada em modos de aprendizagem para saber como atuar melhor em home care enfermagem assim como no tratamento dos pacientes.

A realidade virtual, dentro desse segmento, ajuda a fazer com que a visualização dos procedimentos ajude na compreensão tanto do profissional como do paciente, fazendo com que os tratamentos ajudem na melhora do quadro clínico apresentado.

Embora cada caso possa ser mais delicado que o outro, com a realidade virtual é possível compreender e descobrir quais são os pontos que apresentam divergências, podendo moldá-los de acordo com o que o paciente precisa.

Outro setor que pode ser aplicado à tecnologia é a engenharia. As construções civis que usufruem da realidade virtual podem apresentar melhor os projetos ou até mesmo a verificação das estruturas do local.

E, caso seja vendido, até o cliente pode ter uma perspectiva de como o espaço irá ficar para saber se atende ou não as suas expectativas, uma ação que proporciona uma intensificação nas vendas.

Dentro dessa área, o uso da realidade virtual pode oferecer uma maior base para que a empresa cresça, especialmente por causa da imersão que a tecnologia oferece para os clientes e gerando engajamento para a venda ser concluída.

Em setores como a educação, desde o berçário de 0 a 1 ano até o fim do ensino fundamental ou curso superior, a realidade virtual proporciona um maior aprendizado para o aluno com uma imersão que pode até ser moldada de forma personalizada.

Com essa ação, a educação pode ser elaborada de diferentes modos didáticos que ajudam o aluno a compreender os conteúdos com maior facilidade, sabendo aplicar na prática e os resultados próximos à realidade desta aplicação.

O universo dos games também é outro exemplo de aplicação da realidade virtual. Seja com desenvolvimento, programações ou até mesmo o ato de jogar faz com que a experiência vivida com a tecnologia seja imersiva.

Por ser um mercado com grandes expansões, é possível que a realidade virtual seja moldada de acordo com o que é desejado desde os primeiros planejamentos para os resultados finais nas mãos dos consumidores desta área.

Outro formato que pode ser aplicado é a arquitetura. Assim como a engenharia, permite que o cliente possa saber como o local com forro drywall com sanca irá ficar antes de todo o processo começar, ajudando a moldar facilmente para não haver frustrações do cliente.

Seja em prédios ou então em locais mais abertos, a adaptação da realidade virtual para estas áreas também estão ligadas com a quantidade de investimento que a empresa deseja com a tecnologia.

Sendo que, quanto maior for, melhores se tornam as projeções que são apresentadas aos consumidores e ajudam a fidelizar ainda mais seus clientes logo no início da venda.

A segurança cibernética também é uma área que a realidade virtual pode estar presente. Não apenas no desenvolvimento de software, mas também na garantia de sua segurança, fazendo com que os dados de transporte executivo de passageiros estejam seguros.

Em questões da área da saúde, a realidade virtual também está presente na fisioterapia. Ajudando no tratamento com uma maior imersão, as chances de fazer com que o paciente possa se recuperar e até mesmo ter estímulos melhores crescem consideravelmente.

Por isso, compreender onde pode ser inserido e observar se a prática já é algo usado dentro do mercado proporciona um bom resultado para a empresa com uma solidificação da sua relação com consumidor.

Diferenças entre realidade virtual e aumentada

Podendo ser conceitos que geram confusão em determinado momento, existem divergências entre a realidade virtual com a realidade aumentada.

A realidade virtual está diretamente ligada ao fato de ser um mecanismo que proporciona uma imersão em um ambiente com a ajuda de sistemas de computadores, e outros equipamentos para dar a sensação de que está em algum lugar.

Ou até mesmo com determinado objeto na mão, dependendo se a atividade envolver sensores, para que haja uma interação de algum modo.

Já a realidade aumentada é quando há uma mistura de ambientes físicos e virtuais usando recursos que ajudam a ter uma experiência de 360 graus e, com isso, ajuda o cliente a tomar decisões de compra.

Mesmo sendo conceitos diferentes, existem ligações entre eles dos quais uma empresa de selo mecânico duplo deve se atentar para que a estratégia não prejudique a experiência do cliente e o nome da instituição no mercado.

Considerações finais

A tecnologia é algo que está se tornando cada vez mais presente na sociedade transformando setores e até mesmo experiências, como no caso da realidade virtual.

Podendo estar presente em diferentes áreas como a medicina, universo de games ou até mesmo na construção civil como engenharia ou arquitetura, para que seja operada de uma forma positiva deve-se ter o conhecimento de como funciona.

Uma vez que pode ser confundida com realidade aumentada, a virtual ajuda o cliente em suas decisões de compra assim como na experiência prévia antes do produto ou serviço ser o escolhido.

Além disso, se transforma em uma oportunidade para que a empresa tenha estabilidade e renome dentro do seu segmento de atuação, proporcionando ao cliente uma interação maior com a tecnologia e agilizando diversas partes de um processo.

Quanto melhor for a experiência do consumidor, melhores se transformam os seus resultados e fazem com que a realidade virtual seja mais presente dentro do mercado contribuindo para o avanço da tecnologia.

A imagem foi retirada do banco de imagem FREEPIK e produzida por freepik.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 18 =