Pesquisa de mercado: saiba o que é e como fazer

pesquisa de mercado

Com a pesquisa de mercado é possível percorrer o caminho certo a seguir, tanto para quem deseja dar início a um novo negócio, inovar, ou fazer melhorias em produtos e serviços já oferecidos por uma organização.

Diversas empresas ou microempreendedores surgem a cada dia no mercado com a intenção de serem prósperos e com grande visibilidade entre os consumidores. Porém, nem todos alcançam o sucesso e acabam desistindo no meio do percurso.

Embora a era atual do marketing seja guiada por dados e ferramentas super desenvolvidas capazes de analisar e prever resultados com maior precisão, qualquer decisão voltada a um empreendimento, envolve algum nível de incerteza.  

Então, a pesquisa de mercado possibilita o planejamento, a análise e coletas de dados, minimizando riscos e ajudando a detectar oportunidades em qualquer fase da vida de uma organização.

Com isso, será possível perceber se o investimento valerá a pena, a fim de oferecer para uma empresa de prestação de serviços gerais e para ter bons resultados no futuro.

O que é pesquisa de mercado?

A pesquisa de mercado é um recurso estratégico cujo objetivo é o de coletar dados relacionados a um empreendimento, que permite que os empreendedores entendam detalhes sobre seu nicho de atuação.

O maior objetivo ao realizar essa pesquisa é gerar conhecimento sobre um mercado e seu público, identificar oportunidades nesse meio e reduzir os riscos na tomada de decisões estratégicas.

Quando uma empresa anseia promover um produto novo, uma campanha de marketing nova ou qualquer mudança de estratégia, é preciso analisar o mercado para colher informações necessárias para ajudar no progresso do empreendimento.

Por exemplo, se uma empresa está prestes a lançar um scanner de mesa para documentos com uma nova tecnologia no mercado, essa pesquisa pode ajudar a obter detalhes sobre as expectativas dos clientes.

Entre essas expectativas pode estar, quanto o cliente está disposto a pagar, quais características agradariam o público, cores, tamanho e facilidade de manuseio.

Todas essas informações podem ajudar a encontrar uma estabilidade a fim de agradar os clientes, para que o negócio seja beneficiado também. Existem duas maneiras de coletar essas informações, e elas:

Pesquisa primária

A pesquisa primária, às vezes chamada de pesquisa de campo, pode ser realizada pelo próprio gestor da empresa, através de entrevista, sites de pesquisa, grupo de foco, experimentos, questionários, entre outros, podendo ser quantitativa ou qualitativa.

Isso significa que são coletadas e analisadas informações por meio desses métodos, de dados ainda não disponíveis, gerando os próprios conjuntos de dados e informações.

Pesquisa secundária

Pesquisa secundária, ou pesquisa documental, deve ser realizada por terceiros, ficando disponível para quem quiser acessar.

É um apanhado de informações e dados que já foram coletados anteriormente por outras fontes.  Entre alguns exemplos de pesquisas secundárias, estão:

  • Revistas;
  • Livros;
  • Dados de importação e exportação;
  • Dados de produção;
  • Estatísticas;
  • Censos governamentais.

Com a internet ao alcance, é possível acessar com facilidade pesquisas secundárias disponibilizadas virtualmente, muitas vezes gratuitas.

Essas informações podem fornecer uma visão geral de um mercado, indicando as novidades na maneira de consumir. Porém, nem sempre são o suficiente, por isso é importante unir as duas pesquisas para gerar bons resultados.

Ou seja, a pesquisa de mercado é uma ferramenta importante para conhecer as tendências que estão movimentando determinado nicho e o que o público deseja consumir.

A análise de mercado é tão importante quanto a análise ergonômica do trabalho em escritório, podendo agir em pró a empresa, mostrando o que deve ser melhorado ou alterado, entre outros insights.

As vantagens da pesquisa de mercado

É indiscutível os benefícios que a pesquisa de mercado pode oferecer. Porém, no Brasil ainda não é dada sua devida importância.

A maioria dos empreendedores acreditam que os custos são muito altos, por conta disso, essa prática é comum apenas em grandes empresas e por investidores.

A verdade é que existem outros recursos para realizar essa pesquisa de maneira eficaz, desde os meios mais simplificados e acessíveis, até meios mais complexos de se realizar. Contudo, todos os casos oferecem vantagens, entre elas são:

Conhecer o público-alvo

A coleta de dados mais precisos sobre o público-alvo de uma empresa terceirizada de copeira, possibilita na construção das personas, uma representação do cliente ideal.

Sendo assim, com um atendimento específico para os clientes, ajudará na tomada de decisões mais precisas em todas as áreas da empresa, desde o desenvolvimento de produtos e serviços, até a forma de se comunicar.

Conhecer os concorrentes

É preciso entender as estratégias dos concorrentes do mesmo nicho de mercado, para que a empresa consiga conduzir suas próprias estratégias de acordo com as decisões que eles tomaram.

Além disso, os concorrentes podem ser uma fonte de insights e experiências que podem ser observadas, e a pesquisa de mercado oferece isso.

Mensuração do mercado

Com a coleta de dados sobre o mercado e o perfil dos consumidores, facilita na identificação de novas tendências e entender o que está sendo consumido para obter mais lucro.

A avaliação da performance de produtos ou serviços específicos como os de lavagem de estofados automotivos e até a estimativa do limite de vendas que um público é capaz de responder.

Identificar oportunidades

Entre as vantagens que a pesquisa de mercado oferece, além de conhecer os pontos positivos e negativos do nicho de mercado que a empresa atua, é possível detectar as oportunidades e novas demandas com antecedência.

Informações precipitadas como essa dentro do mercado, podem mudar completamente a direção do negócio, colocando o empreendimento em destaque por estar adiantado sobre as tendências.

Os tipos de pesquisa de mercado

Existem tipos de pesquisa de mercado adequadas para cada propósito desejado. O sucesso dessa pesquisa dependerá da escolha do formato e aplicação mais adequada para determinados objetivos a serem atingidos.

Tendo em vista que as pesquisas de mercado podem varias de acordo com o objetivo da pesquisa, método empregado e o perfil do público, os tipos de pesquisa e momentos a serem usados, são:

Pesquisa exploratória

A pesquisa exploratória geralmente usada no meio acadêmico, serve para auxiliar o pesquisador a entender profundamente a situação a ser analisada, o que colabora na formulação de hipóteses.

Esse tipo de pesquisa pode ser realizado diretamente com as pessoas  envolvidas no caso estudado, como por exemplo, com profissionais que cuidam de dependentes em clínicas de recuperação de drogas.

Essa pesquisa irá ajudar em estudo de caso, para aumentar a compreensão sobre o tema abordado, mas também pode ser feita através de análise bibliográfica, posicionando a pesquisa dentro da literatura.

Pesquisa descritiva

Muito usada em estudos acadêmicos, a pesquisa descritiva pode ser usada para estratégias de marketing e vendas também.

O seu papel é fornecer um cenário acerca de um determinado público, através de respostas que mostram comportamentos ou tendências, sem a interferência de um pesquisador.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é um ótimo exemplo do que se trata esse tipo de pesquisa. Realizado periodicamente, podem ser propostas novas leis e ainda ajudar na estratégia de negócios.

Pesquisa causal

A pesquisa causal tem como objetivo ser mais específica, buscando estabelecer relações de causa e efeito entre as partes.

Por exemplo, o que leva uma pessoa a contratar diarista, a falta de tempo para cuidar da casa, conforto, ou outros motivos. Sendo assim, é preciso conhecer quais os fatores levam a tomar essa atitude.

Hábitos de consumo

Essa pesquisa de mercado foca no público de uma marca específica, possibilitando conhecer melhor os consumidores de uma empresa a partir desses dados.

Entre as vantagens dessa pesquisa está a possibilidade de criar novas estratégias de marketing, de acordo com as expectativas criadas por um grupo de consumidores específico.

Força da marca

Diferente do hábito de consumo que foca no cliente, essa pesquisa foca na marca, com o propósito de entender o que é positivo ou não para poder melhorar, através dos dados gerados.

Satisfação dos clientes

Medir a satisfação do cliente está entre os tópicos mais importantes para uma empresa, pois são eles que tomam a decisão perante o produto ou serviço ou produto.

Essa pesquisa é feita através de feedbacks, que podem ser recolhidos por meio de formulários ou entrevista.

Como fazer uma pesquisa de mercado

Geralmente as pesquisas de mercado são realizadas através de questionários que podem ser respondidos por entrevistas ou online. Os principais passos para elaborar esse questionário são:

  • Objetivo da pesquisa;
  • Público-alvo;
  • Quantidade de pessoas entrevistadas;
  • Roteiro ou formulário;
  • Aplicação da pesquisa;
  • Levantamento de dados;
  • Análise.

Esse formato de pesquisa é muito utilizado, como uma bateria de gel estacionária, e com ele é possível obter os resultados desejados.

Porém, atualmente as ferramentas de marketing digital estão aí para ajudar ainda mais no monitoramento de usuários que fornecem ainda mais dados sobre os consumidores.

Considerações finais

É possível concluir, que a técnica da pesquisa de mercado usada para a coleta de informações valiosas, pode ser usada para a tomada de decisões e aumentar as chances de sucesso de um empreendimento.

Porém, é preciso que esses dados coletados sejam usados com cautela, através de um planejamento para reduzir riscos, identificar oportunidades, aumentar os lucros e não tomar decisões precipitadas. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =